domingo, 6 de fevereiro de 2011

O progresso como razão e violência




Luta de Classes



O progresso como razão e violência

Ou a história dos vencedores ou da servidão


O clamor por mudanças é sempre atual nas sociedades: brasileira, egípcia, tunisiana, iraniana, italiana etc.

Do contrário, seremos constantemente vítimas da história dos vencedores e de seus discursos. E embustes, como, por exemplo, a ideologia da globalização. Se perguntarmos para o opressor se ele se sente culpado, obteremos uma resposta como a exemplificada numa cena que criamos.


NAZISTA (ou outro do mesmo naipe) que governa para a tirania do mercado: Eu? Faço tudo para o bem da humanidade. Sou feliz cumprindo o meu dever, porque o progresso tem como razão a violência.

NARRADOR EM OFF: O progresso como razão e violência. Ou a história dos vencedores ou da servidão.


APARECE O LETREIRO COM A INSCRIÇÃO:

(FALA EMPREENDIDA ANTES DA TOMADA DO PODER).


NAZISTA (ou outro do mesmo naipe):

Onde olhas favelas, verás jardins

Pobres e esfarrapados, crianças sadias

Rugas e velhice, juventude e beleza

Ovelhas desgarradas, estudiosos

Grande bagunça, ordem impecável

Rios imundos, água cristalina

Encalhes de produtos, vendas mil...

Sarampo e outras epidemias, a panacéia

Soluços e gemidos, alegria e contentamento

Ócio, trabalho.

Construiremos o futuro

O progresso para todos

Muitos benefícios

Orgulho nacional.


DESCE O LETREIRO COM A INSCRIÇÃO:

(AÇÃO EMPREENDIDA DEPOIS DA TOMADA DO PODER)

Respeita o teu senhor!

Apaixona-te pelo que faz, mesmo que a contragosto

Zanzar em hora de serviço, jamais!

Anões desqualificados, não de acordo com a estética

Oh! Nosso país de homens perfeitos!

E sempre a postos para responder:

Venho cumprir as determinações

Irei obedecer-lhe cegamente ( obede-servos, ser-te )

O senhor é o meu comando

Liberdade é segui-lo

Em circunstâncias quaisquer,

Nós estaremos aqui para defendê-lo

Caminhamos sob sua luz

Imploramos a sua compreensão

Amamos o seu progresso. Ele é nosso também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário