quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Mercenários



Mercenários

A corporação certa, no lugar certo e na hora certa para fazer a coisa errada


Todos os ramos de atividade humana são explorados por mercenários.

Na área de saúde, temos planos virais e bacterianos. O número de associados cresce em velocidade geométrica e os serviços continuam no ritmo inicial, sem se incomodar com as agruras dos incautos ingressantes e dos já acostumados aos péssimos atendimentos.

No campo do entretenimento, o terror é distribuído em todos os gêneros. Comédia, romance, drama. Não importa. Futilidades e abjeções em overdoses desferem com sucesso golpes simultâneos e sucessivos em cérebros pouco afeitos ao discernimento.

No setor da publicidade e propaganda, as recorrências são tão grandes que seria tedioso mencionar a quantidade amazônica de perfídias, aliciamento para o consumo desnecessário e antiecológico, apelos sexistas e vexatórias construções midiáticas cientificamente arquitetadas para lançar a rede e pescar os mais variados otários disponíveis para obter nulidades fundamentais.

Na arena da política, a concentração desse perfil é acintosa. O deputado/senador deve votar a respeito de um projeto e contabiliza antecipadamente os dividendos relativos à sua contribuição com o desenvolvimento nacional. Para aprovar, tantos milhões; para rejeitar, outros milhões; para ficar em cima do muro, o céu é o limite.

No espaço da educação, os prédios se multiplicam. A quantidade de edificações sendo ampliadas e erguidas é impressionante. Com sorriso largo, os acionistas mordem as orelhas ao monitorar os lucros obtidos com o artigo mercantil. Humanização, valores? Caduquices, talvez acessíveis em visitas arqueológicas. Qualidade? Para quê? Irrelevância estatística, não soma taxas de retorno consistentes.

Mercenários não são confiáveis, pois preferem os próprios interesses aos do país, como ensina Maquiavel. “Querem muito ser teus soldados, enquanto tu não estás em guerra, mas, ao chegar à guerra, ou fogem ou se demitem.” No mais das vezes, se aliam aos seus inimigos.


Confira também:



A Guerra de Yuan narra a história de um intrigante personagem do futuro e de um sombrio mundo de autômatos fortemente moldados e cerceados pelos meios de comunicação, cuja função massificadora é claramente ligada à concentração de um poder central nas mãos da Yuan-Mind,  empresa que controla as engrenagens do mecanismo totalizante e esmagador de Yuan. 

48 comentários:

  1. Maquiavel tinha uma imagem do homem muito bem definida, imagem essa que nos acompanha até os dias de hoje, pois se trata de traços humanos imutáveis. São eles: somos ingratos, volúveis, simuladores, covardes e ávidos de lucro.
    Além dessas “qualidades”, os mercenários, na visão de Maquiavel são desunidos, ambiciosos, sem disciplina, infiéis, corajosos diante dos amigos e covarde diante dos inimigos e sem temor a Deus.
    Ora, ora, o que temos aqui? Será que Maquiavel além de estudioso era profeta? Será que ele previu o futuro? Não, infelizmente essa é a evolução natural de todos os homens. Um bom exemplo dos mercenários a que Maquiavel retrata são os nossos políticos. Em época eleitoral eles se mostram nossos “amigos”. Bravos guerreiros em favor do bem e do povo e para o povo. Todos unidos em um único objetivo: a devida recompensa ao povo sofrido e cansado de injustiça. Mas o que acontece assim que assumem suas respectivas “cadeiras”? Mostram toda a sua ambição e esquecem promessas de outrora. Antes tão unidos em um objetivo, então seguem a lei do que é melhor para si. Tão dispostos a batalhar pelo seu povo agora se escondem atrás de suas mesas e largam o povo aos leões e deixam que, cada um, trave a sua própria batalha pela sobrevivência. Temor a Deus?? Que Deus? Eles se consideram os próprios deuses de seu Universo.
    Infelizmente esse é só um dos vários exemplos que temos. Sábio o homem que disse: “Para saber o valor real de um homem dê-lhe um pouco de poder e ele logo se revelará”.
    Alessandra Rodrigues da Silva 2 NA

    ResponderExcluir
  2. A razão é que todos fogem, preferem ficar no anonimato ou até mesmo do lado mais forte, do que lutar a favor da razão e da racionalidade, cada um cuida dos seus interesses e não se preocupa com o bem estar em comum e da sociedade.
    Ana Paula Silva
    Ra . 30034027
    Curso Ciências Contábeis 2Na
    Uni ABC

    ResponderExcluir
  3. "mercenário é aquele que trabalha em troca de um preço ajustado 2 que age por interesse financeiro ou vantagem material" (houaiss)
    Como disse o texto: os mercenários exploram todos os ramos da atividade humana, como por exempolo na saúde, no entreterimento, na publicidade, na política, na educação e onde atue a natureza humana.
    Percebemos que o dinheiro é o bem mais precioso para esses egoístas, que mostram-se desumanos e desrrespeitosos para com a vida e a dignidade humana das pessoas.
    Nós da sociedade, deveríamos nos unir contra esses materialistas e propagar a malicia dos mesmos para as pessoas, principalmente aquelas mais inexperiêntes, ingenuas e ignorantes, para que diminua a desproporcionalidade entre mercenarios e sociedade.
    Segundo HOBBIES, o ser humano e egoista.
    Sabemos que a burguesia assumiu o poder na Franca em 1789 e, usou o povo para substituir a Monarquia, dando inicio a Revolucao Francesa que tinha como principio "IGUALDADE, FRATERNIDADE E LIBERDADE".
    Hoje a burguesia tem como realidade DESIGUALDADE, PRIVACAO DE DIREITOS E DESUNIAO DE PESSOAS.
    Rosseau dizia que o homem em seu estado de natureza e bom e vai atras do que ele quer (inclusive a ganancia).
    Maquiavel acabou com o pensamento de que as pessoas que estao no poder sao colocadas por Deus, para ele o ser humano e quem detem o poder.
    Ricardo Alencar turma NA bloco C sala 10

    ResponderExcluir
  4. Quando nos referimos aos mercenários, estamos também fazendo menção à corrupção, que é um fator predominante hodiernamente no governo brasileiro, carecemos de serviços públicos fundamentais, serviços essenciais à sociedade: saúde e educação. Fatores ligados diretamente à qualidade de vida do ser humano, que são preteridos por nossos representantes. A verdade é que nenhum deles sentem na pele as necessidades e dificuldades vividas por estes cidadãos, aliado ao fato de que as altas classes sociais se utilizam apenas do serviço privado, e o poder econômico que advém dessas classes sociais tem uma grande influência sobre os políticos, inclusive sobre a mídia e seus respectivos conteúdos. Na visão de Maquiavel, os Mercenários quando chegam ao poder, tornam-se efetivamente individualistas, esquecendo-se do bem comum, dos princípios morais e da ética, e logo pensam em auferir vantagens e mordomias que o cargo lhes dispõe, e algumas vezes tornam-se capazes até mesmo de migrar para a oposição, disposto a preservar a qualquer custo essas mordomias. Todos nós devemos nos perguntar até quando iremos aceitar passivamente justificativas infundadas, incoerentes e até hilárias por parte desses governantes!

    ELAINE TAKATA - 1NA - RA 30056250

    ResponderExcluir
  5. Os mercenários são pessoas sem caráter, que só pensam em ganhar vantagem em tudo o que eles fazem, sem pensar nas conseqüências e nem na sociedade.
    E para ganhar, eles são capazes de tudo, fazem pessoas de otários, para conseguirem adquirir o que eles pretendem, o dinheiro é o único bem preciso para eles, só isso importa na vida dessas pessoas.
    Na visão de Maquiavel os mercenários só causam a ruína pelo seu egoísmo, pensando em si próprios, sempre estava pensando em passar a perna em alguém, pra poder ganhar os seus lucros, e para ele confiar em pessoas assim simbolizava a derrota a fraqueza que eles poderiam causar.
    Eles se aproximavam de pessoas que estavam no poder, passando por pessoas confiáveis, ate que conseguiam derrubar essas pessoas, e nesse momento fugiam como pessoas covardes, e os deixam na mão.

    Juliana Dias de Almeida
    RA: 30033314
    2NA Ciências Contábeis
    Uniabc

    ResponderExcluir
  6. Os mercenários são pessoas sem caráter, que só pensam em ganhar vantagem em tudo o que eles fazem, sem pensar nas conseqüências e nem na sociedade.
    E para ganhar, eles são capazes de tudo, fazem pessoas de otários, para conseguirem adquirir o que eles pretendem, o dinheiro é o único bem preciso para eles, só isso importa na vida dessas pessoas.
    Na visão de Maquiavel os mercenários só causam a ruína pelo seu egoísmo, pensando em si próprios, sempre estava pensando em passar a perna em alguém, pra poder ganhar os seus lucros, e para ele confiar em pessoas assim simbolizava a derrota a fraqueza que eles poderiam causar.
    Eles se aproximavam de pessoas que estavam no poder, passando por pessoas confiáveis, ate que conseguiam derrubar essas pessoas, e nesse momento fugiam como pessoas covardes, e os deixavam na mão.

    Juliana Dias de Almeida
    RA: 30033314
    2NA Ciências Contábeis
    Uniabc

    ResponderExcluir
  7. Nome: Paulo Henrique de Silva
    RA: 29491341
    HCC 2NA
    Segundo Maquiavel existe três tipos de tropas, são elas, mercenárias, auxiliares ou mistas. Sendo as mercenárias e as auxiliares prejudiciais e perigosas. Os soldados mercenários são covardes, seu único motivo pra lutar é o salário, que nunca é o suficiente para que morram pelo príncipe numa batalha. São dispostos ao príncipe em tempos de paz, mas ao chegar a guerra, o abandonam.
    "E a experiência demonstra que só os príncipes e as republicas armadas obtêm grandes progressos, pois as forças mercenárias só sabem causar danos; e também que uma republica que tenha exercito próprio se submeterá mais dificilmente ao domínio de um dos seus cidadãos do que uma republica com armas mercenárias."
    Os mercenários pensam em si e no que vão ganhar não no êxito do monarca. O melhor sempre é usar suas próprias armas. A vitória obtida através da força e armas alheias não é uma vitoria genuína.

    ResponderExcluir
  8. Mercenários sempre existiram, mas com a finalidade extorquir as pessoas e estarem bem financeiramente, sem se preocupar com o próximo, quanto mais eles conseguem derrubar, melhor para eles, prometem mas não cumprem, não tem nenhuma sinceridade e nenhuma piedade com ninguém, sabe o que é certo, mas a ganancia fala mais alto sem interesse nenhum de ajudar o povo, sociedade, etc ...
    Jairo Telles Urbano
    RA 30031972 Ciências Contábeis

    ResponderExcluir
  9. Maquiavel tem a visão de que os mercenários são pessoas egoístas, que pensam apenas em si, sem se preocupar com os demais. No texto, essa característica fica bem explícita, também todas as consequências criadas por tais atitudes. Pessoas que pensam apenas em dinheiro,em seu próprio bem-estar, apenas em "ganhar vantagem em cima dos outros", pessoas em que não podemos confiar, pois por pensarem de tal modo, mostra-nos que quando precisarmos delas, não estarão dispostas a nos ajudar, pelo contrário, nos viraria as costas, ou ainda, estariam dispostas a nos prejudicar mais ainda.

    ResponderExcluir
  10. Maquiavel tem a visão de que os mercenários são pessoas egoístas, que pensam apenas em si, sem se preocupar com os demais. No texto, essa característica fica bem explícita, também todas as consequências criadas por tais atitudes. Pessoas que pensam apenas dinheiro, em seu próprio bem-estar, apenas em "ganhar vantagem em cima dos outros", pessoas em que não podemos confiar, pois por pensarem apenas em si mostra-nos que quando precisarmos delas, não estarão dispostas a nos ajudar, pelo contrário, nos virariam as costas, ou ainda, estariam dispostas a nos prejudicar.

    Regina Aline Sankauskas
    2NA Ciências Contábeis
    RA: 30036931
    UniABC

    ResponderExcluir
  11. Os mercenários são pessoas egoísta que visam se dar bem em tudo,sem se importa a quem vão prejudicar.Segundo maquiável os mercenários são pessoas que não se pode confiar,querem mandar enquanto não estão na guerra,mas quando vão pra guerra fogem deixando aqueles que confiavam neles pra trás e muitas vezes até se aliando a seus inimigos.
    Eles só se preocupam com seus interesses deixando pra trás o que realmente importa pra sociedade.
    Tatiana Leite Araujo
    RA:30039906
    2NA Ciências Contábeis

    ResponderExcluir
  12. Para Maquiavel , os mercenários não eram confiáveis pois trabalhavam apenas por seus salários e não dava importância para a sociedade , uma vez que em guerra poderia deixar o Estado á qual defendia , rebelando-se contra o mesmo , com total covardia e pricipalmente a ambição .

    Fábio
    RA 30055325
    Direito 1NA

    ResponderExcluir
  13. Os Mercenários, são pessoas totalmente sem caráter, sempre querendo tirar vantagem de algo, aqui no Brasil existe vários mercenários, na politica, nos orgãos publicos..
    Aleksandro Cerqueira dos Santos
    RA 30032108
    2NA Ciencias Contabeis

    ResponderExcluir
  14. Para Maquiavel os mercenários, eram pessoas egoístas, desunidas, ambiciosas, indisciplinadas, infiéis, so pensavam em si próprias. So faziam coisa que descem algum retorno material. Não tinham temor a Deus e não tinham fé nos homens.

    Beatriz Melo
    2NA Ciências Contábeis
    Uniabc

    ResponderExcluir
  15. Mercenários como no trecho de Maquiavel, são pessoas que estão lá se oferecendo para te ajudar, te "bajular", mas quando se realmente precisa, podemos dizer que são covardes e fogem. O que é algo que acontece muito na sociedade de hoje. Dependemos muitos das pessoas seja física ou organizações, sempre está lá dizendo que quando precisar está lá e que nem precisa bater quando entrar, mas no momento da necessidade, e vai bater a porta: ela está fechada ou já mudou, sem aviso prévio indo para longe te deixando na mão.
    Então os mercenários não são confiáveis no sentido de dizer que, são oportunistas e alheios as reais necessidades de uma sociedade em si.

    Roger Ribeiro
    2NA HCC 30032914

    ResponderExcluir
  16. Mercenários,são seres sem escrúpulos!Pensam somente em si próprios,sempre priorizam o ganho,por mais que esse ganho afete outras pessoas...
    Estamos atualmente rodiados por vários,em todos os ramos que existem no Brasil...

    Thiago D S Vaz
    1NA - Direito
    Ra: 30057720

    ResponderExcluir
  17. Para Maquiavel os mercenários eram a decadência que causara a fragilidade política italiana. Pois eram homens sem princípios morais, sem filiações nacionais, sem estado, que combatiam exclusivamente pelas posses financeiras. O que os move é o capital, a riqueza e o poder. Depois de vencida a guerra e conquistada a nação que faz oposição, sedentos por dinheiro, saqueavam muitas vezes a nação que os tinha contratado, pois o que os ligava ao estado combatente era apenas uma nota contratual, em que os mesmos eram indenizados através de altos prêmios e bens apoderados à nação derrotada. Mal vencida a guerra, apoderavam-se dos bens da nação que os contratava e os aceitavam. São homens que lutam não pela fé, ou pela nação, ou por doutrinas nacionais, mas lutam única e exclusivamente pelo dinheiro.

    Lorrane Renata Fagundes Pires
    1º NA Direito – Bloco C, Sala 10

    ResponderExcluir
  18. Os mercenários não são confiáveis ,pois sempre querem tirar vantagem de alguma situação, são pessoas que só pensão em si próprias,sempre estão usando mascaras e agindo de uma forma cruel não medindo esforços para conseguirem tudo que querem.
    Vanessa Ap Salva
    2na Ciencias Contabeis
    RA30038566

    ResponderExcluir
  19. Os mercenarios em sua maioria são pessoas de muita inteligência e que sabem manipular as cabeças de outras pessoas, e ao invés de usar essa inteligência em prol da sociedade usam dela para obter vantagens a si próprios.
    O mundo passa por momentos muito ruins de desigualdade social, doenças, violência entre outros graves problemas, se esses MERCENARIOS se preocupassem com esses problemas teriamos outro mundo.

    Renato Andrade R.A.30030387 - 2NA Contábeis

    ResponderExcluir
  20. Mercenários são seres que lutam objetivando unicamente seus interesses, sem ideais ou fidelidade a um povo. Hoje em dia é o que mais existe em nossa sociedade, podemos ver como exemplo os políticos, ou até mesmo pessoas de alta sociedade, empresários. Maquiavel aponta esse desprezo justamente pelas fortes características, são interessantes quando os interessam, oportunistas.

    Mariana da Silva Ribeiro
    2NA HCC 30030578

    ResponderExcluir
  21. Para Maquiável os mercenários são pessoas sem princípios morais.
    Nos dias atuais sempre encontramos pessoas desse tipo, e na maioria das vezes são eles os detentores das maiores riquezas, ou do poder.
    Isso se dá, em razão dessas pessoas, mostrarem serem algo que na realidade não são, somente para manipular as outras pessoas, e conseguirem o que querem.

    Débora Miranda
    2NA - HCC - 30038923

    ResponderExcluir
  22. A cada momento vivido pela sociedade é comum depararmo-nos com situações de conflito de interesses, objetivando o pleno atendimento pessoal e não social. É fato que não se sai de uma crise sem união das partes envolvidas nesta crise, porém quando o egoísmo toma conta de um deste grupo, vislumbrando a auto-suficiência e lucro acima dos esperados por todos, a situação foge do controle e o dever de união não é mais realidade.

    Quando o mercenário toma parte da situação não estabelece riscos aos demais e sim para si próprio, abandonando a situação antes do “barco afundar” e deixando as partes envolvidas sem rumo.

    A carência na saúde, na educação e na política é exemplo da falta de interesses públicos e o fato de que cada vez mais o interesse pessoal toma conta de nosso “barco”, faltando líderes com interesses comuns à união do povo.


    Carolina Alves
    RA: 30031305
    2NA - Contábeis

    ResponderExcluir
  23. Para maquiavel os mercenarios nao são confiaveis por serem facilmente corrompíveis.Além de onerar o estado devido ao seus altos custos, não possuem uma identificação com o país se comportando muitas vezes em combate de forma covarde (em relação aos habitantes do país que poe suas vidas em risco apenas pelo sentimento de nacionalidade)Portanto quem se defende com mercenarios mantém um exercito que nao sabe se pode contar nas horas de maior necessidade.
    ANDREIA AP SALVA
    2NA CIENCIAS CONTABEIS

    ResponderExcluir
  24. Fernanda Milani

    "Para Maquiavel, os mercenários não eram confiáveis pois defendiam seus interesses pessoais.
    São pessoas falsas e frias, capazes de se unir a você em seus projetos visando o bem-estar e lucro próprio e numa situação de risco e/ou queda, te abandonam sem pensar duas vezes.
    Exemplos disso são os políticos que querem ficar a frente do povo, tomar decisões visando o melhor para si, mascarando os projetos para a sociedade e no caso de problemas mais graves, entregam o mandato (passam a bomba para frente)..."

    ResponderExcluir
  25. Os mercenários são pessoas sem caráter, que só pensam em ganhar vantagem em tudo fazem, sem pensar nas conseqüências e nem na sociedade.E é por essa razão é que todos fogem, preferem ficar no anonimato ou até mesmo do lado de quem é mais forte.

    Thais Cristine Souza Amorim
    2 NA Ciências Contábeis R.A:29293809

    ResponderExcluir
  26. segundo Maquiavel, o Estado apoiado nas tropas mercenárias, jamais estará firme e seguro, porque elas são desunidas, ambiciosas, indisciplinadas, infiéis; galhardas entre os amigos, vis entre os inimigos; não têm temor a Deus e não têm fé nos homens, e tanto se adia a ruína, quanto se transfere o assalto; na paz se é espoliado por elas, na guerra, pelos inimigos. A razão disto é que elas não têm outro amor nem outra razão que as mantenha em campo, a não ser um pouco de soldo, o qual não é suficiente para fazer com que queiram morrer por ti. Querem muito ser teus soldados enquanto não estás em guerra, mas, quando esta surge, querem fugir ou ir embora.

    Na verdade se alguem só faz por dinheiro.. desconfie dele.. Mas na sociedade capitalista..
    Quem não faz por dinheiro!!! Aqui mais um que
    acredita numa outra sociedade em que os seres humanos sejam realmente importantes.. não só
    nos cartões festivos

    Mauricio - Direito - 1NA - UNIABC
    Assistente Social & Rapper veja
    @afroagesocial

    ResponderExcluir
  27. Para Maquiavel os mercenários eram pessoas que não ofereciam segurança, pois eram desunidas, ambiciosas, indisciplinadas e infiéis.
    Quando recebiam pouco dinheiro não permaneciam nas lutas e não se arriscavam. Só queriam lutar em época de paz, pois na época de guerra desapareciam.
    A imagem que Maquiavél passa dos mercenários é que eram pessoas sem caráter e corruptos e que só pensavam e si próprio e não na sociedade como um todo, que não respeitavam a Deus e que deixavam ser corrompidos pelo dinheiro.

    ResponderExcluir
  28. Para Maquiavel os mercenários eram pessoas que não ofereciam segurança, pois eram desunidas, ambiciosas, indisciplinadas e infiéis.
    Quando recebiam pouco dinheiro não permaneciam nas lutas e não se arriscavam. Só queriam lutar em época de paz, pois na época de guerra desapareciam.
    A imagem que Maquiavél passa dos mercenários é que eram pessoas sem caráter e corruptos e que só pensavam e si próprio e não na sociedade como um todo, que não respeitavam a Deus e que deixavam ser corrompidos pelo dinheiro.

    ResponderExcluir
  29. Segundo Maquiavel , o Estado apoiado nas tropas mercenárias, jamais estará firme e seguro, porque elas são desunidas, ambiciosas, indisciplinadas, infiéis; galhardas entre os amigos, vis entre os inimigos; não têm temor a Deus e não têm fé nos homens, e tanto se adia a ruína, quanto se transfere o assalto; na paz se é espoliado por elas, na guerra, pelos inimigos. A razão disto é que elas não têm outro amor nem outra razão que as mantenha em campo, a não ser um pouco de soldo, o qual não é suficiente para fazer com que queiram morrer por ti. Querem muito ser teus soldados enquanto não estás em guerra, mas, quando esta surge, querem fugir ou ir embora.

    Na verdade, confiar em quem é guiado somente pela ganância.. não é mesmo seguro.. mas na verdade.. Quem não é guiado por dinheiro na
    Sociedade Capitalista??... para mim um outro mundo somente será possível.. sem o capitalismo!! Um mundo melhor que não seja dito apenas em cartões festivos mas de forma efetiva em nosso cotidiano.. ou no coridiano da maioria... sonho ou realidade?? Paz

    Mauricio – Assistente Social & Rapper.. me siga que te sigo @afroage social

    ResponderExcluir
  30. Para executar qualquer trabalho bem feito, primeiramente a pessoa precisa gostar do que faz, pra depois se beneficiar com seu feito. Poucas são as pessoas tem esse entendimento e acabam se tornando mercenários. Como o próprio texto descreve, "mercenários não são confiáveis"... Podemos defini-los como alguém que trabalha visando apenas o lucro, independente do que seja feito para obte-lo. Aqueles que trabalham em prol de si mesmo, pensando apenas em seu bem estar, não dando a mínima importancia a quem quer que seja. Infelizmente nossa sociedade está ao dispor de mercenários que fazem do povo o que bem entendem, é lámenável.
    Andreia Cavalieri de França -RA 30031823
    2NA - Ciencias Contábeis -UNIABC

    ResponderExcluir
  31. Segundo Maquiavel somos cercados de mercenários, pessoas egoistas, egocentricas, desprovidas de moral,e que procuram seu próprio bem estar.
    Maquiavel descreveu com perfeição o que vivemos hoje, enquanto muitos lutam por uma condição melhor e mais digna, outros tantos se esmeram em aproveitar-se de toda e qualquer oportunidade para sempre se dar bem; melhor exemplo do que nossos políticos com esses inumeros escandalos??

    Andréa Clares
    Ciências Contábeis
    2 NA

    ResponderExcluir
  32. Os mercenarios só trabalham por dinheiro , somente quando leva vantagens , são pessoas totalmente sem carater não se preocupão com nada na sociedade ,e com certeza são pessoas muito inteligentes para saber manipular o estado e envolver pessoas para se beneficiar .

    Anderson Hessel Maganha 1ºNA RA:30055191

    ResponderExcluir
  33. Diante de tais considerações observa-se na leitura que em todo o nosso convívio social, existe um mercenário, ou seja, aquele ser que abusa de seu poder seja ele governamental ou não. Estamos cercados de corrupção, na área da saúde, educação, projetos, todos que deveriam visar o bem estar da nação, e auxilio a população é conduzido por mercenários. E para vivermos numa sociedade tão capitalista é um tanto quanto dificultoso, como menciona Maquiavel que “a dificuldade de se manter um Estado novo é maior do que a de se manter um Estado hereditário, pois quanto a este último, o povo já está acostumado com a soberania de uma família, de uma linhagem”
    Logo, nós deparamos com a nossa realidade, com nosso costumes, já nós tornamos meros reprodutores do poder de mercenários, onde nossos desejos, idealizações vão sendo esquecidos, com as juras impostas e ditas por eles, acabamos assim vivendo de lembranças.
    Isaac C. Paolini
    1ª Semestre Direito-Noturno

    ResponderExcluir
  34. É necessário que um príncipe tenha fundamentos sólidos; como boas leis e princípios. Como boas leis não existem onde não há armas, portanto, as forças com as quais um príncipe conserva o seu Estado são próprias ou mercenárias auxiliares ou mistas. As mercenárias e auxiliares são inúteis e perigosas, pois não são de fato ligadas ao príncipe, são ambiciosas, sem disciplina, infiéis, não temem a Deus, nem fazem fé nos homens. Sendo assim o príncipe apenas retarda sua própria ruína.

    O príncipe deve se fazer capitão, a República mandará para esse cargo um de seus cidadãos, mas sendo infeliz deve substituí-lo imediatamente. Mas se este revelar seu valor deve a República assegurar-se por meio de leis suas atribuições.

    Os capitães afastavam de si e de seus soldados, o medo e o trabalho, poupando-se nos combates e fazendo-se prender uns aos outros sem resgate. A eles tudo era permitido em seu código militar, que tinha por objetivo evitar o trabalho e os perigos. Deste modo escravizaram e infamaram a Itália

    Mara A Izaque
    1ª NA - Direito Noturno - UNIABC

    ResponderExcluir
  35. Os mercenários não são confiáveis porque são covardes e tendem sempre ao lado do poder. Tencionam ser respeitados por suas mentiras e promessas vãs e não por suas qualidades (que inclusive, não cultivam nenhuma).
    No livro "O Príncipe" (pag 102), Maquiavel (2010) comenta que a ingratidão, o fingimento,a dissimulação fazem parte dos homens em geral. São esses que nas horas em que mais se necessita abandonam a batalha.

    Gisele Ferreira Paulo
    Direito - 1NA
    UNIABC

    ResponderExcluir
  36. Os mercenários não são confiáveis porque são covardes e tendem sempre ao lado do poder. Tencionam ser respeitados por suas mentiras e promessas vãs e não por suas qualidades (que inclusive, não cultivam nenhuma).
    No livro "O Príncipe" (pag 102), Maquiavel (2010) comenta que a ingratidão, o fingimento,a dissimulação fazem parte dos homens em geral. São esses que nas horas em que mais se necessita abandonam a batalha.

    Gisele Ferreira Paulo
    Direito - 1NA
    UNIABC

    ResponderExcluir
  37. Para Maquiável, somos cercados por mercenários. Eles estão em todos os seguimentos da sociedade.
    É na área da saúde, no campo, na educação, na publicidade, na política...
    São pessoas sem escrúpulos, que não estão preocupadas com o próximo, mas sim em seus próprios interesses.

    Antonio Carlos Almeida - RA: 30056189
    1° NA - Direito Noturno - UNIABC

    ResponderExcluir
  38. As razões pelo qual os mercenários não são confiáveis , são que eles sempre estao ao lado do poder e que não pensa no próximo, preocupando-se somente com ele mesmo. Pessoas que " enganam" seus pensamentos, que propõem diversos benefícios mais no final , só tem fim lucrativo para ele , uma pessoa sem moral, sem caráter próprio . E que a partir que a " barra" está ficando "pesada" , ele abandona a sociedade.

    Camila Gonçalves Machado - RA:30032240
    1ºNA - DIREITO NOTURNO

    ResponderExcluir
  39. Mercenário é o nome pelo qual é chamado aquele que trabalha por soldo ou pagamento. O termo designa, especificamente, os soldados que lutam objetivando o pagamento ou a divisão dos despojos, sem ideais ou fidelidade a um estado ou nação. Mercenário é a pessoa que aceita qualquer tipo de trabalho apenas visando o quanto vai receber, não tem bandeira, ideal, princípios para defender... só respeita o dinheiro que vai receber se for bem sucedido. Não são confiáveis, pois preferem os próprios interesses aos do país, como ensina Maquiavel. “Querem muito ser teus soldados, enquanto tu não estás em guerra, mas, ao chegar à guerra, ou fogem ou se demitem.” No mais das vezes, se aliam aos seus inimigos.

    Jéssica Michel Angelo - 1NA Ciências Contábeis
    RA: 30039295

    ResponderExcluir
  40. Mercenarios não são confiaveis pelo fato de ter grande influência e poder em qualquer que seja a descisão. Preferem estar do lado errado e ter tudo que desejam de maneira rápida e fácil sem se preocupar com o bem estar dos outros.
    SILAS DA COSTA
    RA 30040031
    CIÊNCIAS CONTÁBEIS 2NA

    ResponderExcluir
  41. Maquiavel coloca a palavra mercenário porque ela tem vários significado totalmente verdadeiros em relação ao governo. Pessoas que só trabalham por interesse no dinheiro militares que pelo seu próprio interesse lutam junto com os inimigos.
    No entanto sabemos que as áreas mais péssimas do nosso país são elas saúde e educação, o governo não quer investir na educação, não quer acabar com o analfabetismo, e também não quer melhorar com a saúde do nosso país, péssimos atendimentos nos hospitais públicos, crianças morrendo nas maternidade, sabe o que o governo quer? que nos tornemos sócios dele, pagando preços absurdos de planos de saúde.
    O governe investe em rodovias e estradas e viadutos, ia o país pode ver o que o governo esta fazendo, mais não pode saber o que está acontecendo. Por isso Maquiavel fala que os mercenários não são confiáveis com a realidade que acontece no nosso dia-dia.
    Luan RA30057664 2na

    ResponderExcluir
  42. Maquiavel coloca a palavra mercenário porque ela tem vários significados verdadeiros em relação ao governo, pessoas que só trabalham por interesse no dinheiro.
    no entanto sabemos que as áreas mais afetadas são elas educação e saúde, o governo não investe nessas áreas por que o país não ver, péssima qualidade de ensino nas escolas públicas, péssimos atendimento nos hospitais públicos, pessoas morrendo por falta de estrutura e falta qualificação profissional pessoas que trabalham não pela profissão mais pelo que vai receber no final do mês. O governo quer que nos tornamos sócios dele, sabe como? pagando preços absurdos de planos de saúde, colocando as pessoas crianças para estudar em escolas particulares é isso que o governo quer, por isso Maquiavel fala que os mercenários não são confiáveis.
    Luan RA30057664 2NA

    ResponderExcluir
  43. O motivo é que as pessoas se escondem, preferem ficar ocultas,ou escolhem o lado que julgam ser o mais forte,por medo, ou receio lutar a favor da razão e da racionalidade, cada um se preocupa somente com o seu interesse e e não se preocupa com a sociedade.

    Natália Ferreira Santos
    RA 28292436
    Ciencias contabeis 2NA
    Uniabc

    ResponderExcluir
  44. Mercenários são pessoas que por ganhos que venham á beneficiá-los fazem o que for preciso para prejudicar outros, para Maquiavel os Mercenários não são confiáveis, as tropas mercenárias não levam ninguém a poder algum confiar na mesma seria o mesmo que estar derrotado antes da guerra.
    E atualmente não é diferente como diz o texto, os mercenários estão em toda parte e cada vez mais passando por cima de todos para atingir seus interesses pessoais.
    Edimar Souza Oliveira
    RA. 30033575
    2NA Ciências Contábeis.

    ResponderExcluir
  45. Os mercenários são pessoas egoista que só pensam em si mesmo,não se importa com o que as pessoas pensam e tudo o que faz quer tirar vantagem.

    Mabel Durval de Andrade Profeta
    RA: 30038345 2NA
    CIÊNCIAS Contábeis

    ResponderExcluir
  46. Os mercenários sempre em busca da exploração dos próprios interesses é nessa sociedade em que vivemos. Para uma mudança desse cenário é necessário que a sociedade desenvolva conhecimentos e habilidades para formar um cidadão interessado e consciente menos encerrados em seus objetivos pessoais e mais abertos e interessado pelo social. Não dando mais espaço para os mercenários continuar no controle de tudo.

    ResponderExcluir
  47. Segundo Maquiavel a aliança aos Mercenários assim como o uso de suas forças, não convém, pois no caso de vencer ficariam prisioneiros e coagidos dos seus aliados.  Os mercenários apresentam o perigo à covardia. Utilizando armas alheias somente nasce conquistas lentas tardias e perdas súbitas. “Quem tem o seu estado baseado em armas mercenárias jamais estará seguro e tranqüilo, porque elas são desunidas, ambiciosas, indisciplinadas, infiéis valentes entre amigos e covardes entre inimigos”.
     
    Em uma leitura atual do Cap. XII os mercenários estão em todos os lugares possíveis e imagináveis, fruto do liberalismo econômico da máxima da não intervenção do estado na economia o que culminou em um controle de poucos grupos econômicos na democracia do Pais Assim se justifica como os novos mercenários irão usurpar e controlar todos os seguimentos em prol dos seus próprios interesses.

    Kalinka Lanza
    01 NA
     

    ResponderExcluir
  48. os mercenários sao pessoas que gostam de estar no poder e por serem tao convincentes iludindo as pessoas conseguem tudo o que querem ,nao mostram o que querem realmente apenas fazem o que querem como se fosse o certo.

    Diogo F.S
    RA:30030322
    ciencias contabeis 2na

    ResponderExcluir