domingo, 22 de julho de 2012

O que é o Estado neoliberal


O que é o Estado neoliberal





Na saúde é o de calamidade. Os serviços ficam cada vez mais precários para serem privatizados, proporcionando rendas crescentes aos mercenários do setor;

Na educação, é o de destruição. Subsídios bilionários do Estado alimentam instituições cuja qualidade é inexistente, mas enriquecem empresários inescrupulosos das arapucas “educacionais”;

Na economia, é o de devastação. Desemprega em massa e incrementa a transferência maciça de recursos públicos para as oligarquias;

Na sociedade, é o de massacre. O tecido social é estraçalhado, gerando o dilaceramento dos laços comunitários para que uma minoria concentre em poucas mãos a riqueza usurpada;

Na política, é o de devotos do deus-dinheiro. Em detrimento das maiorias, representam os interesses dos privilegiados e bajulam os rentistas.

E em todas as demais dimensões, verificamos o caos e a desagregação.

Exagero?

Observemos os casos concretos da Grécia, de Portugal, da Espanha e de outros países que seguiram a receita suicida do programa neoliberal.

Constataremos que a reversão desse processo é cada vez mais urgente, pois o seu prolongamento é um atestado de rematada estultice da humanidade.


Leia também:

Menu Neoliberal

Os fantasmas dos mercados financeiros mundiais

Zona do Euro

Anatomia do coração neoliberal

Grandes potências decidem o que fazer com a Grécia

Silvio Berlusconi e os serviços prestados ao neoliberalismo

Palavras cruzadas além do entretenimento

Bancocracia e seus tecnobancocratas


Nenhum comentário:

Postar um comentário