sexta-feira, 17 de agosto de 2012

O potencial de rejeição de José Serra



O potencial de rejeição de José Serra



37% de rejeição.

Será este o teto de recusa do candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo?

As pesquisas aquilataram o verdadeiro patamar a que ele pode chegar neste quesito?

Por que os eleitores refratários crescem a cada pesquisa?

O que fazer quando se é abandonado pelos próprios pares?

Como a superexposição do tucano, assentada no apoio maciço do PIG, acrescenta repúdio ao postulante reacionário?

E quando Paulo Preto, Pagot e Policarpo forem à CPI, os índices negativos terão limite?

Quantos ainda não leram A Privataria Tucana?

Resta saber se a erosão contínua e galopante no apoio à plataforma demotucana não provocará a desistência do referido pretendente por motivos de “saúde” ou qualquer outra desculpa conveniente.

Independentemente das respostas, a ingestão de Derrotox 45 será incrementada.


Leia também:

A reforma política do Dr. Toicinho - Capítulo 1º das reformas piguianas

Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge (The Dark Knight Rises) ou Tea Party escreve roteiros em Hollywood

Nenhum comentário:

Postar um comentário