segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Prefeito Fernando Haddad, acabe com a máfia da morte




Prefeito Fernando Haddad,
acabe com a máfia da morte



Máfia da morte
Vampiros da dor alheia





Prefeito Fernando Haddad, acompanho com satisfação seu empenho e determinação em investigar e desbaratar as máfias do ISS, do IPTU e outras enquistadas na Prefeitura de São Paulo.

São engrenagens corruptas firmemente arraigadas e que se imaginavam intocáveis.

Apenas a deliberação resoluta e indômita pode recuperar a credibilidade do poder público e remover convictamente esses parasitas que infelicitam os cidadãos da capital.

Entendo que os problemas referidos não se circunscrevem ao município de São Paulo. Entretanto, em alguma parte deve começar o combate decisivo a essa esclerose produzida pelos sanguessugas de diversos gêneros e especialidades.

A máfia da morte, por exemplo, composta de vampiros da dor alheia, teve expostas algumas de suas práticas medonhas e mórbidas pelo programa Domingo Espetacular, da Rede Record. 

Esse ramo criminoso explora as pessoas num dos momentos de maior fragilidade das famílias, quando da perda de um ente querido. 

Vagas existentes são subtraídas para aparecer na conveniência de uma oferta de “um favor” do integrante desse show de horrores; “floriculturas”, agentes variados, “pedreiros” etc. compõem o exército desse tumor que teima em crescer desmesuradamente.

Peço sua atenção e de seus colaboradores para que, em breve, dê uma resposta concreta e contundente para que a angústia das pessoas com a morte de seus familiares não seja ampliada pela extorsão aplicada com requintes de crueldades por essa máfia da morte.

Solicito suas providências por reconhecer sua seriedade. 

Não faria o mesmo pedido ao governador Alckmin, pois o governo do estado de São Paulo e a mídia que o apoia, ao contrário, permanecem inertes no escândalo do Trensalão (desvios na área de transportes — trens e metrô —estimados em mais de R$ 2 bilhões).

Prefeito Fernando Haddad, acredito que seu governo será — em que pese a oposição ferrenha e raivosa de setores oligárquicos e reacionários ao programa de distribuição de renda e justiça social que o elegeram — majoritariamente aprovado pelos corredores de ônibus, as faixas exclusivas, o IPTU progressivo, a construção de escolas, CEUs, creches etc. E, claro, ao aniquilamento das máfias usurpadoras do esforço coletivo.

Aguardamos suas providências.

Cordialmente.

Blog do Agenor Bevilacqua Sobrinho




Confira também:

Metodologia da Rede Globo e sua "imparcialidade"

Imposto sobre as grandes fortunas. Quem deve pagar: As pessoas mais ricas do Brasil

Revista Veja não tem credibilidade

Pronunciamento do governador Geraldo Consumo Inesperado Alckmin

Folha de S. Paulo

Salmo da Rede Globo: do golpe de 1964 até sempre. O golpe é o meu guia, nada me faltará

Golpe de 1964 - O apoio da Rede Globo, da Folha de São Paulo, do Estadão (PIG)

Mercenários

Nenhum comentário:

Postar um comentário