sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Esquecer os #trouxinhas é impossível



Esquecer os #trouxinhas é impossível.

Algumas conquistas dos #Trouxinhas:
Jornada de 12h diária, trabalho avulso, destruição de direitos e precarização total, entrega do Pré-sal para os estrangeiros, apologia da barbárie, privatização selvagem e extinção da cidadania para @s trabalhadores/as.


Gostaria de esquecer todas as presepadas dos #trouxinhas, mas é impossível.
Chego no posto de combustível: aumento da gasolina e do álcool.
Recordo que ainda tem o SUS: e lá vem o PMDB-PSDB (e PPS, DEM, PTB etc.) para extingui-lo e privatizá-lo.
Olho para a Carteira de Trabalho: ela não terá mais valor; o trabalho será avulso, sem férias, sem 13º salário, sem direitos.
Penso na Previdência: o Temer golpista quer pelo menos 50 anos de contribuição, mais pedágio, mais isso e aquilo outro. Ou seja, a gente morre antes de conseguir se aposentar.
Lembro do Pré-sal e dos recursos para saúde e educação: mas o PSDB (patriota do estrangeiro) já está entregando tudo para as multinacionais.
Mas tenho o título de eleitor: entretanto, vivemos num país sem lei, ou melhor, com as leis das oligarquias, que fazem e perseguem uns e protegem outros (seus amigos).
Documentos que representavam direitos de cidadania, conquistados arduamente, foram desrespeitados, vilipendiados e tornados obsoletos.
Então, #trouxinhas, não consigo esquecer de vocês.
Os atos têm consequências.
E tod@s são obrigad@s a pagar por vocês serem analfabetos políticos e terem conduzido uma quadrilha ao poder sem a necessidade de votos.
#Trouxinhas e suas camisetas verde-amarelas da corrupta CBF, dos patos da FIESP e de uma legião de aproveitadores patriotas do estrangeiro, servis adoradores dos EUA, detonaram o país ao entregar aos bandidos o cuidado do cofre. Tudo em nome do "combate à corrupção".
Sua responsabilidade é enorme, #trouxinha.
Pense nisso.
Aos demais, Boas Festas e um 2017 de lutas para reconquistarmos o Brasil.
A luta continua!


Confira:


Samuel Pinheiro: A Lava Jato “é uma operação do PSDB”. Por Leandro Lanfredi



































Confira também:





Nenhum comentário:

Postar um comentário